Piauí - Miguel Alves

Oliveira Júnior pede R$ 1 milhão de indenização a Eletrobras

A ação foi ajuizada nessa terça-feira (06), e foi assinada pelo Procurador-Geral do Município, Nilson Vieira Barros Filho.

GIL SOBREIRA

- atualizado

O prefeito Oliveira Júnior (PT), representando o Município de Miguel Alves, ingressou na Justiça com ação indenizatória por dano moral contra a Eletrobras - Distribuição Piauí, pela interrupção indevida de energia elétrica a diversos prédios públicos. A ação pede a condenação da empresa pelos danos sofridos pelo Município em quantia não inferior a R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).

Segundo a petição inicial, a Prefeitura vem pagando mensalmente os valores das faturas cobrados pela empresa, mas foi surpreendida pela interrupção no fornecimento de energia elétrica de diversas unidades consumidoras da Administração Municipal, mesmo sem dever uma conta sequer.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Prefeito de Miguel Alves Oliveira JuniorPrefeito de Miguel Alves Oliveira Junior

Narra que em virtude do corte indevido, inúmeros transtornos foram provocados a gestão administrativa, já que vários prédios de secretarias, unidades escolares e unidades básicas de saúde tiveram os serviços interrompidos “em razão da conduta imoral, ilegítima e completamente ilegal da requerida (Eletrobras – Distribuição Piauí).

Foram juntados ao processo, todos os documentos que comprovam que a prefeitura de Miguel Alves está em dia com as suas obrigações junto a Eletrobras.

A ação foi ajuizada nessa terça-feira (06), no Fórum da Comarca de Miguel Alves e é assinada pelo procurador-geral do Município, Nilson Vieira Barros Filho.