Ciência e Tecnologia

OMS diz que zika não é mais prioridade internacional

Organização afirmou que um novo grupo deve continuar com o trabalho de combate ao vírus.

NAYRANA MEIRELES

A Organização Mundial da Saúde (OMS), anunciou em coletiva nesta sexta-feira (18), em Genebra, na Suíça, que o vírus da zika e seus transtornos neurológicos associados não são mais uma emergência sanitária internacional, mas a comissão deve continuar com uma “ação endurecida” contra as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

De acordo o G1, o presidente do Comitê de Emergências da OMS, David Heymann, e o diretor-executivo do Programa de Emergências de Saúde, Pete Salama, informaram que, desde fevereiro, a organização tem dado uma “robusta reposta ao vírus” e que um novo grupo deve continuar os trabalhos de combate ao vírus nos países mais afetados.

  • Foto: Facebook/OMSDavid HeymannDavid Heymann

"O vírus da zika segue um problema muito importante a longo prazo, mas não é mais uma emergência de saúde pública a nível mundial", disse Heymann. Essa nova equipe, segundo o presidente, deverá criar um programa a longo prazo, que será instalado pela OMS.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB