Brasil

Operação contra célula do PCC em São Paulo tem 9 presos

Foram presos hoje, Mohamad Hassan Atris, conhecido como "Hesbolah", que ocupava uma posição de alta patente dentro da facção criminosa; e Michel Ferreira Barbosa, o Gordão.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

Nove pessoas estão presas devido à Operação Inconfidência Mineira deflagrada nesta segunda-feira (15), que desarticulou uma célula do Primeiro Comando da Capital (PCC) que atuava em Cidade Tiradentes, na zona leste de São Paulo. Hoje, apenas duas pessoas foram presas, as demais já cumpriam pena, segundo Adilson Aquino, delegado titular da Seccional de Guarulhos. O nome da operação é em referência ao bairro onde ela ocorreu, que leva o nome do líder da Inconfidência Mineira.

Foram presos hoje, Mohamad Hassan Atris, conhecido como "Hesbolah", que ocupava uma posição de alta patente dentro da facção criminosa; e Michel Ferreira Barbosa, o Gordão.

Segundo a polícia, o libanês ocupava uma posição de destaque no PCC da zona leste e era responsável por comandar as "biqueiras" ou pontos de tráfico. Ele fazia parte da “sintonia de progresso”, que é a denominação utilizada pela facção para tráfico de drogas.

O Gordão tinha envolvimento com roubo a bancos, lojas e carros-fortes e fazia parte também da “sintonia de disciplina”, responsável pelos julgamentos de integrantes do PCC nos tribunais do crime.

Foram expedidos 31 mandados prisão temporária e 56 de buscas e apreensão. Com apenas 9 pessoas presas, 22 estão foragidas. Computadores, celulares, a chave de um veículo, quatro tijolos de maconha e muitas cartas, em que integrantes do PCC pediam ajuda financeira a outros membros da facção foram aprendidos na operação.

De acordo com a Agência Brasil, as investigações tiveram início em maio do ano passado com a prisão de dois "sintonias" (membros de destaque) do PCC. Com a prisão desses dois membros do PCC, que faziam parte da “sintonia de cadastro” (responsável pelo cadastro dos membros da facção criminosa), a polícia obteve nomes de diversos integrantes, culminando na operação que foi desencadeada nesta segunda.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB