PI - Água Branca

Operação prende secretário e funcionário dos Correios no Piauí

Ao todo foram expedidos 45 mandados judiciais dentre prisões, buscas e conduções coercitivas.

BRUNNO SUÊNIO

- atualizado

Policia Civil deflagra Operação Medium Parnahyba

A Polícia Civil do Piauí, através da DEPRE, com apoio da Diretoria de Inteligência e Gerência de Polícia do Interior, deflagrou a Operação Medium Parnahyba no combate ao tráfico de drogas e prendeu um funcionário dos Correios, em Teresina, e o secretário de obras do município de Água Branca, Valmir Sales, nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 1º de dezembro.

As ações estão acontecendo nas cidades de Água Branca (centro da operação), Barro Duro, São Pedro do Piauí, Teresina, São Paulo-SP e Caxias-MA. Foram expedidos 45 mandados judiciais dentre prisões, buscas e conduções coercitivas.

Contra o secretário de obras, Valmir Sales, havia um mandado de condução coercitiva para ser cumprido. No entanto, ao chegarem até sua residência, os policiais encontraram armas de fogo (espingarda calibre 20, revólver calibre 38 e uma pistola 765), além de munições, e o prenderam em flagrante.

  • Foto: DivulgaçãoSecretário de Obras, Valmir SalesSecretário de Obras, Valmir Sales

De acordo com o delegado Tales Gomes, responsável pelas ações em Teresina, os policiais prenderam duas pessoas na Capital, dentre elas, o funcionário dos Correios, acusado de tráfico de drogas.

Maior traficante de Água Branca

Em entrevista ao GP1, o delegado Matheus Zanatta confirmou a prisão do homem que é considerado o maior traficante da região, identificado como Francisco da Silva Pereira, mais conhecido como Chico Neto. “Com ele a gente prendeu um revólver calibre 38, cano longo, além de R$ 4.700,00 em dinheiro. Nós temos vários alvos e nossas equipes estão divididas para cumprir as ações”, pontuou.

O delegado Menandro Pedro, coordenador da DEPRE, disse em entrevista ao GP1 que, até o momento, 16 pessoas foram presas durante a operação, que teve suas investigações iniciadas ainda no mês de janeiro. “Essa operação começou em janeiro deste ano e nós conseguimos, através do Ministério Público de Água Branca, do Juiz de Água Branca, a condenação de um traficante (Chico Neto, preso hoje em virtude de um mandado de prisão preventiva em Água Branca). Nós já temos oito armas apreendidas e mais tarde nós vamos mostrar tudo que foi apreendido. Pela primeira vez no Brasil, nós conseguimos a condenação de um traficante pelo crime de dano a sociedade. Isso vai servir de jurisprudência para todo Brasil”, enfatizou.

MAIS NA WEB