Política

Osmar Júnior admite disputar uma vaga na Câmara Federal em 2018

“Eu não descarto disputar em 2018, uma vaga na Câmara Federal", disse o ex-deputado federal.

GERMANA CHAVES

O ex-deputado federal, Osmar Júnior (PCdoB) não descarta a possibilidade de vir a disputar novamente uma vaga na Câmara dos Deputados nas eleições de 2018. Ele afirmou que apesar de estar sem mandato, a militância continua atuante.

“Eu não descarto disputar em 2018, uma vaga na Câmara Federal. Mesmo porque a minha militância está viva mesmo eu não tendo mandato. Situação que já aconteceu outras vezes, pois eu mesmo não estando em cargos, meus apoiadores permaneceram comigo”, explicou o ex-deputado federal.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Osmar JúniorOsmar Júnior

Osmar Júnior ainda falou a respeito da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê diminuição do número de partidos políticos e para ele, isso não vai resolver os problemas políticos do Brasil. De acordo com o ex-deputado, o modelo eleitoral é o principal entrave.

“Eu acho que essa tentativa não vai resolver os problemas políticos que o Brasil tem hoje. Se você for contar o número de parlamentares que integra os chamados pequenos partidos, eles representam menos de 10% do total de parlamentares da câmara federal. Portanto, não são eles que impedem o avançar de alguma coisa. Eu acho que o nosso problema é o modelo eleitoral, pois cada candidato ao cargo de deputado e vereador, é um partido. Eles têm a própria campanha, tem a própria receita, os próprios gastos. No Brasil, nós não temos a campanha de 35 partidos, mas sim de 50 mil candidatos, de 50 mil campanhas”, criticou o ex-deputado.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Osmar Júnior admite disputar uma vaga na Câmara Federal em 2018
http://www.gp1.com.br/noticias/osmar-junior-admite-disputar-uma-vaga-na-camara-federal-em-2018-404479.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.