Piauí

Ossada humana é encontrada pela polícia civil e homicída é preso em flagrante

A ossada e os restos de roupas, sandália e um boné, pertencentes a Daniel, foram encontradas pelos três Policiais Civis, nas proximidades da localidade Bonfim.

Da Redação

- atualizado

Os Policiais Civis Francisco Dutra, Adailton Sousa e Francisco José, ambos lotados na 13ª Delegacia de Policia Civil da cidade de Esperantina, prenderam na tarde de hoje (16), o elemento Francisco Girleno de Amorim Carvalho, popularmente conhecido como Leno, acusado de praticar o assassinato contra o seu próprio colega, o jovem Daniel, conhecido no mundo do crime como Gaivota.

Imagem: jornalespLeno no local onde matou Daniel, o Gaivota(Imagem:jornalesp)Leno no local onde matou Daniel, o Gaivota

A ossada e os restos de roupas, sandália e um boné, pertencentes a Daniel, foram encontradas pelos três Policiais Civis, nas proximidades da localidade Bonfim distante praticamente a cerca de 15 quilômetros da sede do município, depois de uma intensa investigação a respeito de outros crimes que vinha sendo praticado por Leno no município.
De acordo com o próprio homicida, o crime aconteceu há cerca de dez meses e o principal motivo do crime foi a dívida que a vítima tinha de R$ 150,00 reais com Leno.

Imagem: jornalespLeno no local onde matou Daniel, o Gaivota(Imagem:jornalesp)Leno no local onde matou Daniel, o Gaivota

“O Gaivota me devia R$ 150,00 reais, e como Ele não me pagava”, disse o meliante, que explicou como efetuou o assassinato “Eu convidei ele para roubar algumas galinhas naquele local e no momento que nós chegamos lá eu peguei um pedaço de pau e bati com toda força na cabeça dele e em seguida fui embora na moto”, detalhou.

Imagem: jornalespLeno no local do crime(Imagem:jornalesp)Leno no local do crime

Sempre mostrando muita frieza, Leno informou que tão logo praticou o assassinato pegou a moto em que andava e retornou para a sua residência. Logo depois viajou com destino à cidade de Açailândia no estado do Maranhão para trabalhar, sendo que alguns meses depois viajou também para o estado do Mato Grosso do Sul onde trabalhou alguns meses e depois retornou novamente para Esperantina.

Imagem: jornalespLeno no local onde matou Daniel(Imagem:jornalesp)Leno no local onde matou Daniel

De acordo com o chefe de investigação Francisco Dutra, o criminoso, é considerado uma pessoa de alta periculosidade e que já pesa sobre o mesmo várias outras denúncias de assalto, roubo e estupros, inclusive de uma menina prima sua de iniciais L. A. que sofreu uma tentativa de estupro há dois anos, atrás.

Imagem: jornalesprestos de Daniel Gaivota(Imagem:jornalesp)restos de Daniel Gaivota

Segundo disse chorando a lavradora Rosângela Moraes Amorim de 28 anos de idade,mãe da criança, que reside na localidade Curralinhos, o homicida Leno, pegou a sua filha L. A. que na época tinha apenas 9 anos de idade, colocou no ombro e levou para um riacho e só não conseguiu estuprar a mesma em função de que no momento a garota começou a gritar e um próprio irmão do criminoso de nome João Paulo correu para salvar a menina. “Ela só está viva hoje porque gritou, porque se ela não tivesse gritado pedindo socorro talvez hoje estaria morta também”, declarou chorando a lavradora.

Imagem: jornalespOssada de Daniel Gaivota(Imagem:jornalesp)Ossada de Daniel Gaivota

Francisco Dutra explicou que Leno sempre atacava as suas vitimas armados ou com uma espingarda do tipo bate bucha ou com uma arma branca (faca). Além da ossada do Daniel, vale ressaltar que no local os Policiais, juntamente com a ajuda de alguns populares, depois de várias buscas encontraram também um facão enterrado no chão, possivelmente usado no dia do crime. De acordo com o Delegado Regional Lucas Craveiro, a partir de agora, Leno será indiciado por homicídio, ocultação de cadáver e estupros de vulneráveis.

Imagem: jornalespLeno sendo levado ao local onde foi encontrada a ossada(Imagem:jornalesp)Leno sendo levado ao local onde foi encontrada a ossada

“Como ele já tinha um mandato de prisão preventiva contra ele a respeito de um estupro, agora a pena dele com certeza será acrescida com estes outros crimes, que surgiram posteriormente”, disse o Delegado. Lucas Craveiro disse que, por se tratar de uma pessoa bastante perigosa, Leno será encaminhado para a Penitenciaria Regional Luís Gonzaga Rebelo o mais rápido possível. *Com informações do Jornal Esp.

Imagem: jornalespLeno no local da ossada(Imagem:jornalesp)Leno no local da ossada

Imagem: jornalespossada(Imagem:jornalesp)ossada

Imagem: jornalespRoupa do jovem assassinado(Imagem:jornalesp)Roupa do jovem assassinado

Imagem: jornalespOssada(Imagem:jornalesp)Ossada

Imagem: jornalespLeno recolhendo ossada de Daniel Gaivota(Imagem:jornalesp)Leno recolhendo ossada de Daniel Gaivota

Imagem: jornalespdfasd(Imagem:jornalesp)dfasd

Imagem: jornalespdfasd(Imagem:jornalesp)dfasd

Imagem: jornalespLeno sai do local junto com policiais e populares levando nas mãos sacola com ossada de Daniel(Imagem:jornalesp)Leno sai do local junto com policiais e populares levando nas mãos sacola com ossada de Daniel

Imagem: jornalespOssada de Daniel é levada(Imagem:jornalesp)Ossada de Daniel é levada

Imagem: jornalespLeno coloca os restos de Daniel no carro da polícia(Imagem:jornalesp)Leno coloca os restos de Daniel no carro da polícia



Link do texto:

Ossada humana é encontrada pela polícia civil e homicída é preso em flagrante
http://www.gp1.com.br/noticias/ossada-humana-e-encontrada-pela-policia-civil-e-homicida-e-preso-em-flagrante-238644.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.

Comentários Ver todos os comentários (0)