Piauí - Picos

Padre Walmir diz que críticas de Diogenes não merecem crédito

Prefeito de Picos classificou as declarações do adversário como desrespeitosas e sem nenhum crédito

JOSÉ MARIA BARROS

- atualizado

O prefeito reeleito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT), reagiu com firmeza às críticas do vereador Diógenes Nunes Medeiros (PPS). O gestor classificou as declarações do adversário como desrespeitosas e, portanto, não merecem crédito da população. Desde que o seu tio, ex-prefeito Gil Marques de Medeiros, o Gil Paraibano (PP), perdeu as eleições para o Padre Walmir (PT), que o vereador Diógenes Medeiros (PPS) endureceu o discurso contra a administração municipal.

Nas últimas sessões ordinárias, o vereador oposicionista acusou o prefeito de não andar no Palácio Coelho Rodrigues, atrasar o salário dos servidores públicos, especialmente dos contratados, e de não fazer o repasse do Fundo de Previdência do Município. Denunciou ainda o corte de energia da prefeitura e disse que o gestor não fez a prestação de contas e por isso teve as contas bloqueadas.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Vereador Diógenes Medeiros endurece discurso contra prefeito de Picos.Vereador Diógenes Medeiros endurece discurso contra prefeito de Picos

Reação

Questionado sobre o que achava das críticas, o Padre Walmir foi enfático. “Existem certas posturas e opiniões emitidas que merecem é o desprezo, a indiferença. È o caso dessas feitas pelo vereador [Diógenes Medeiros] que não merecem, sequer, resposta. Porém, em respeito à opinião pública, estou me manifestando” – declarou o Padre Walmir.

O prefeito de Picos disse ainda que contra fatos não há argumentos e eles falam por si só. “As eleições foram em 2 de outubro e no dia 4 eu estava aqui no Palácio [Coelho Rodrigues] dando expediente e assim permaneço até hoje. Muitas vezes ficando até às quatro horas da tarde sem almoço” – argumentou.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Padre Walmir vai convocar veradores e suplentes para o secretariadoPadre Walmir

Quanto a denuncia de boqueio das contas, o Padre Walmir afirmou que a informação não procede. Segundo ele, o que houve foi à divulgação da possibilidade de isso vir a acontecer, mas tudo foi resolvido sem qualquer prejuízo para a comunidade.

“No tocante ao corte de energia da Prefeitura, o que houve foi uma retaliação da Eletrobrás, que desde fevereiro não repassa o dinheiro do Fundo de Iluminação Pública para o Município. Tanto é que suspendeu o fornecimento do serviço e minutos depois veio religar. Trabalhar incomoda”- encerrou o Padre Walmir numa indireta aos adversários.


Link do texto:

Padre Walmir diz que críticas de Diogenes não merecem crédito
http://www.gp1.com.br/noticias/padre-walmir-diz-que-criticas-de-diogenes-nao-merecem-credito-404447.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.