Mundo

Papa Francisco pede que Colômbia mantenha caminho da paz

Líder da Igreja Católica desafiou líderes do país a promulgarem leis justas para resolver as causas da desigualdade que levam à violência.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O Papa Francisco pediu nesta quinta-feira (07), para os colombianos se afastarem da vingança após uma sangrenta guerra de 50 anos contra guerrilhas, mas desafiou os líderes do país a promulgarem leis juntas para resolver as causas da desigualdade que levam à violência.

O papa Francisco disse a líderes do governo no pátio do palácio presidencial que todos os colombianos devem ver a paz como um compromisso de longo prazo e que não devem permitir que seja enfraquecida por políticas partidárias. Ele disse ainda esperar que a determinação para alcançar paz duradoura possa “nos ajudar a escapar da tentação de vingança e da satisfação de interesses partidários de curto prazo”.

  • Foto: Reuters/Federico RiosPapa Francisco em visita à ColômbiaPapa Francisco em visita à Colômbia

“Quanto mais exigente o caminho que leva à paz e compreensão, maior devem ser nossos esforços para reconhecermos uns aos outros, para curarmos feridas, para construirmos pontes, para fortalecermos relações e apoiarmos uns aos outros”, acrescentou.

Francisco disse também que leis justas” são necessárias para “resolver as causas estruturais da pobreza que levam à exclusão e violência” e que “Não esqueçamos que a desigualdade é a raiz de todos os males sociais”.

Multidões receberam o Papa em sua chegada a Colômbia na quarta-feira (06). Essa é a 20ª viagem internacional e sua quinta à América Latina.

MAIS NA WEB