Política

PF contabiliza R$ 51 milhões na casa que seria de Geddel

Ele é ex-ministro da Secretaria do Governo de Michel Temer e cumpre prisão domiciliar na Bahia.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

A Polícia Federal divulgou balanço final e informou que foram encontrados mais de R$ 51 milhões em um apartamento que seria utilizado por Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) em Salvador. Ele é ex-ministro nos governos de Lula e Michel Temer e cumpre prisão domiciliar na Bahia.

  • Foto: Polícia FederalDinheiro apreendido em apartamento supostamente usado por GeddelDinheiro apreendido em apartamento supostamente usado por Geddel

A operação “Tesouro Perdido” cumpriu mandado de busca e apreensão nesta terça-feira (5) em um apartamento que seria utilizado por Geddel apenas como um “bunker” para armazenagem de dinheiro em espécie. No local os policiais encontraram muito dinheiro em espécie escondido em caixas e malas. Os valores apreendidos foram levados para um banco para que fosse contabilizado e depois depositado em uma conta judicial.

Segundo o G1, sete máquinas foram usadas na contagem. Em um balanço divulgado na tarde desta terça-feira, o valor estava em R$ 22, 5 milhões. Já no período da noite, já haviam sido contabilizados R$ 33 milhões. O valor final ficou em R$ 51.030.866,40.

  • Foto: André Dusek/Estadão ConteúdoGeddel Vieira LimaGeddel Vieira Lima

Operação

A operação de hoje foi deflagrada após desdobramentos de uma outra investigação, denominada “Cui Bono”, sobre fraudes na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal. O ex-ministro Geddel foi vice-presidente de Pessoa Jurídica do banco entre 2011 e 2013 na gestão da ex-presidente Dilma. Na gestão de Temer, ele atuou como ministro da Secretaria de Governo. Em julho ele foi preso após um pedido do Ministério Público Federal, acusado por crimes financeiros e contra a administração pública.


MAIS NA WEB