Política

Piauí registra 28 prisões por corrupção eleitoral e boca de urna

A quantia de R$ 122.410,00, em cheques e dinheiro em espécie, foi apreendida em posse de candidatos e pessoas envolvidas com o crime de compra de votos.

BRUNA DIAS

- atualizado

O Ministério Público do Piauí (MP-PI) divulgou nesta segunda-feira (03), o relatório de ocorrências das eleições 2016. De acordo com o MP, foram registradas 28 prisões por corrupção eleitoral e boca de urna em todos os municípios do estado.

A quantia de R$ 122.410,00, em cheques e dinheiro em espécie, foi apreendida em posse de candidatos e pessoas envolvidas com o crime de compra de votos. Segundo o Ministério Público, as ocorrências mais comuns incluem boca de urna, realização de propaganda e distribuição de bebidas alcóolicas e combustíveis.

No município de Nazária uma pessoa foi presa por boca de urna. Em Nossa Senhora dos Remédios, duas pessoas foram presas em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e corrupção eleitoral. Em São Félix do Piauí, uma pessoa foi presa por fornecer alimentação para eleitores por parte de um candidato a vereador.  

Mais conteúdo sobre: