Maranhão - Timon

PM faz disparos contra carro após taxista fugir de blitz em Timon

Quando os policiais solicitaram que o taxista entrasse na barreira que foi feita, o taxista fingiu que entraria na blitz, mas acabou fugindo. Foi quando os policiais reagiram.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

Policiais militares de Timon fizeram disparos contra um veículo conduzido por um taxista de Teresina identificado como Roberto Corrêa da Silva, de 42 anos, que tentou fugir de uma blitz e reagiu a prisão nesta quarta-feira (12).

A blitz estava sendo realizada pela Polícia Militar de Timon e o Departamento Municipal de Trânsito na descida da Ponte da Amizade, na Avenida Piauí. Quando os policiais solicitaram que o taxista entrasse na barreira que foi feita, o taxista fingiu que entraria na blitz, mas acabou fugindo. Foi quando os policiais reagiram.

  • Foto: Divulgação/PM-MABlitz realizada em TimonBlitz realizada em Timon

“Foi logo na primeira vez que a gente foi colocar os carros para participarem da blitz. Ele é um taxista e não queria entrar. Toda hora dizendo que a porta estava emperrada, que não podia descer, mas a gente pediu para ele entrar, até que ele disse que iria entrar na barreira. Só que ele ligou o veículo e saiu passando por cima do meio fio para a outra pista e foi quando a gente atirou no pneu para ele parar”, explicou a capitã Tyciane Ibiapina, do 11º BPM ao GP1.

Ela disse que mesmo com os tiros no pneu do veículo, o taxista continuou a sua fuga. Após ser preso, ele reagiu a prisão. Agora os policiais investigam se ele possui antecedentes criminais ou mandados de prisão em aberto, para justificar a fuga, já que no veículo não foi encontrado nenhum material ilícito, apenas uma faca.

“As viaturas que ficam com a gente foram em perseguição e ele foi capturado. Ele ainda reagiu à prisão e os policiais tiveram que imobilizar ele. O taxista disse que o problema era apenas nos documentos que estavam atrasados, só que a gente levou ele para a Central de Flagrantes para saber se não se trata de um foragido, porque com ele não foi encontrado nada de errado. Ele está na Central e vão tentar descobrir se ele é algum foragido porque não é comum fazer tudo isso por causa de documento”, disse.

  • Foto: Divulgação/PM-MATáxi apreendidoTáxi apreendido
Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB