Maranhão - Timon

Polícia busca outros dois envolvidos na morte de Marco Antônio

O funcionário da R. Damásio foi assaltado e, em seguida, morto na cidade de Timon.

BRUNA DIAS

- atualizado

A Polícia Civil de Timon está intensificando as buscas por Ricardo César Bandeira, de 21 anos, e por um adolescente, envolvidos na morte do administrador Marco Antônio de Oliveira, funcionário da empresa R. Damásio. Nesse domingo (18), foi preso José de Jesus Pinto Neto, conhecido como “paizim”, de 19 anos, no bairro Cidade Nova, acusado de participação no crime.

“A polícia chegou até ele, pelo local do fato, que era uma área que ele atuava e, principalmente, por denúncias. Começamos a intensificar as investigações e chegamos até ele, que acabou confessando sua participação”, informou o delegado Antônio Valente, da Delegacia de Homicídios de Timon.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Antônio ValenteAntônio Valente

O crime

De acordo com o delegado, Marco Antônio foi assaltado pelos três acusados que, na ação, levaram o anel de formatura da vítima e uma quantia de 50 reais. Segundo a polícia, o suspeito preso alegou que Marco Antônio conhecia o adolescente que está foragido. O laudo pericial aponta que o jovem foi morto com perfurações de ferro. "Ele [Paizim] alega que a vítima conhecia um deles. A vítima não foi morta a tiros, foi perfurações de ferro", disse.

José de Jesus Pinto Neto confessou participação no crime, mas negou que ele e os comparsas atearam fogo no carro de Marco Antônio. “Foi um assalto, eles roubaram e mataram a vítima, latrocínio. Eles levaram da vítima um anel de formatura e a quantia de 50 reais. Ele [Paizim] alega que não foram eles que queimaram o carro, porque do carro foram subtraídos os pneus, as rodas. Mas ele alega que não foram eles que levaram os pneus e que tenham ateado fogo no carro”, explicou.

  • Foto: Facebook/Danilo DamásioMarco AntônioMarco Antônio

Relembre o caso

O administrador Marco Antônio de Oliveira desapareceu no dia 04 deste mês, depois que saiu de sua residência em Teresina, em seu veículo. O corpo do jovem foi encontrado sete dias depois, em estado de decomposição, ao lado de seu carro incendiado, na zona rural de Timon.

MAIS NA WEB