Piauí - Oeiras

Polícia Federal deflagra "Operação Evergetas" em Oeiras

Foram cumpridos 11 mandatos de busca e apreensão em imóveis residenciais e comerciais, bem como imóveis que serviram de comitês de campanhas para as duas agremiações políticas.

ANDRÉ DOS SANTOS

- atualizado

A Polícia Federal iniciou na manhã desta terça-feira (11) a operação “Evergetas” na cidade de Oeiras, no sudeste do estado. A operação tem por finalidade investigar a distribuição de bebidas, especialmente alcoólicas, a eleitores e populares por parte das duas coligações adversárias que concorreram ao cargo de prefeito no município nas eleições municipais deste ano. 

De acordo com a polícia, a intenção da distribuição era atrair pessoas para as suas manifestações de campanha e garantir votos para a candidatura. Foram cumpridos 11 mandatos de busca e apreensão em imóveis residenciais e comerciais, bem como imóveis que serviram de comitês de campanhas para as duas agremiações políticas.

Além disso, foram cumpridos também seis mandados de condução coercitiva para fins de interrogatório. Ainda segundo a polícia, participaram da operação 32 policiais federais. Todo o material apreendido vai ser encaminhado para Teresina para a realização de exames periciais.

Operação Evergetas

As coligações investigadas são a do prefeito eleito Zé Raimundo (PP), que encabeçou a chapa “Competência e Trabalho”. Ele é apoiado pelo atual prefeito de Oeiras, Lukano Sá (PP), filho do ex-deputado federal, Benedito de Carvalho Sá, conhecido como B. Sá. O candidato derrotado, o médico Abimael Soares da Rocha Neto (PTN) e a coligação “Todos por Oeiras”, também estão sendo investigados.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Polícia Federal deflagra "Operação Evergetas" em Oeiras
http://www.gp1.com.br/noticias/policia-federal-deflagra-operacao-evergetas-em-oeiras-402670.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.