Enviar por e-mail

Enviar notícia por e-mail
Exemplo: nome@example.com. Para enviar para mais de uma pessoa, separe os endereços por vírgulas
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Os comentários serão incluídos na mensagem

Comunicar erros

Comunicar erro na notícia
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Descreva o que há de errado com esta notícia
29/05/2012 - 14h27
Crime foi em 2011

Polícia identifica os três homens acusados de assaltar a residência do deputado Ubiraci Carvalho

A polícia chegou até os suspeitos após eles deixarem digitais na casa de Ubirai Carvalho.

BÁBARA RODRIGUES, DO GP1
A polícia civil conseguiu identificar três homens acusados de assaltar a casa do deputado e secretário da defesa civil, Ubiraci Carvalho, em novembro de 2011.

A polícia chegou até os suspeitos após eles deixarem digitais na casa de Ubirai Carvalho. No dia do assalto, a polícia percebeu que os acusados estavam sem luvas e que haviam tocados em vários lugares, deixando assim digitais. Elas foram coletadas e foram feitos exames papiloscópico.

A polícia só chegou aos acusados, após a prisão de uma quadrilha que realizava assaltos a caixas eletrônicos. Foi feita uma comparação das digitais dos presos com as digitais coletadas na casa do deputado e assim a polícia chegou aos suspeitos identificados como Aluísio Rodrigues Ramos da Costa, 22 anos, Evaldo Costa de Almeida, 40 anos, e Paulo Henrique do Rego Rodrigues, 25 anos. Todos já estavam presos na Casa de Custódia de Teresina.

No dia do assalto, os bandidos levaram vários obejetos da casa do deputado, inclusive uma caminhonte, que ainda não foi recuperada.

Keywords: piauí, assaltantes, defesa civil, ubiraci carvalho


Saiba mais sobre Notícias do Piauí

Leia também

Avalie:
Média de avaliações:
0 votos
Comente esta reportagem
Comentário
Escreva aqui seu comentário
De onde você é?
Escolha um Estado
Escolha sua Cidade
Quem é você?
Informe o seu Nome
Informe o seu E-mail!

Comentários (1)

  • Edimar Bandeira, Brasília-DF disse:
    Deixado em 29/05/2012 às 17h05

    A polícia deveria soltar os assaltantes e prender o assaltado, no caso, o deputado. Aposto que a justiça estava sendo feita.
    Aprendam que quando políticos pedem votos, não estão simplesmente pedindo votos, mas, licença para roubar, legislar em causa própria etc e tal.
    Soltem os assaltantes. Prendam os políticos

Publicidade

tempo real


Publicidade