PI - Teresina

Polícia vai investigar suposto envenenamento de criança em Teresina

"Pegamos o depoimento da criança, já encaminhamos para fazer o exame toxicológico e encaminhamos para fazer algumas perícias para identificação desse suspeito”, explicou a delegada Luana Alves.  

BRUNA DIAS E FELIPE PEDRO

- atualizado

A delegada Luana Alves, da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA), informou na tarde desta quinta-feira (20), que vai investigar o caso do suposto envenenamento de uma criança de 11 anos, em Teresina. A mãe da criança relatou à polícia que ela ficou desacordada por um longo período, após ingerir um bombom, oferecido por um desconhecido.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Delegada Luana AlvesDelegada Luana Alves

“Não posso afirmar que foi envenenamento ainda, mas em razão dos sintomas que a criança estava sentindo, depois que falou que sentiu isso depois que recebeu um bombom de um estranho e a mãe da criança registrou boletim de ocorrência, nós achamos por bem iniciar a investigação. Pegamos o depoimento da criança, já encaminhamos para fazer o exame toxicológico e encaminhamos para fazer algumas perícias para identificação desse suspeito”, explicou a delegada.  

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Luana AlvesLuana Alves

Baleia Azul

Indagada se o caso pode ter relação com o jogo “Baleia Azul”, uma disputa virtual que inclui desafios que podem induzir ao suicídio, a delegada Luana Alves disse que a polícia vai investigar os fatos. “Se foi ou não uma etapa desse jogo a gente tem principalmente que orientar os pais, os responsáveis que conversem com as crianças, que acompanhem, que sejam vigilantes”, concluiu.  

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB