Piauí - Barreiras do Piauí

Prefeito Divino Alano é acusado de suspender transporte escolar

De acordo com Aléx Túlio, a própria população já está se organizando para garantir o transporte dos alunos.

JOCIARA LUZ

  • Foto: DivulgaçãoPrefieto Divino AlanoPrefeito Divino Alano

O GP1 recebeu denúncia do morador da cidade de Barreiras do Piauí, Aléx Túlio, de que o atual prefeito do Município, Divino Alano, vem cometendo diversas irregularidades na administração pública. Aléx Túlio afirmou que o gestor, que vai deixar o cargo em dezembro deste ano, vai entregar a Prefeitura sucateada.

Para o denunciante, o maior problema enfrentado hoje pela população do município foi a suspensão do transporte público. Ele ainda fez questão de ressaltar que Divino Alano foi preso no sábado que antecedeu a eleição por suspeita de compra de votos. “Ele foi o prefeito que foi preso. Depois da eleição o transporte escolar está paralisado no interior, os funcionários estão com 4 meses de salários atrasados, máquinas do PAC estão quebradas em roças, no meio do mato. O hospital nem se fala, porque falta medicamento. Os alunos estão sem merenda escolar. Mas o mais grave é essa questão do transporte, porque paralisou e esses alunos faltando um mês para acabar o período letivo, e os alunos vão perder o ano”, criticou.

De acordo com Aléx Túlio, a própria população já está se organizando para garantir o transporte dos alunos. “Já tem uma localidade que está vendo se a população mesmo consegue, eles mesmos, locar um carro para levar os alunos, porque esses alunos estão terminando o ginásio, ai para não perder o ano eles estão fazendo isso”, disse.

O denunciante ainda informou que o município já teve as contas bloqueadas diversas vezes e que o prefeito passa a maior parte do tempo fora da cidade. “O município já teve as contas bloqueadas por diversas vezes, e ele vai deixar essa situação para o sucessor que foi apoiado por ele. Ele já falou que não vai mais pagar ninguém. Na verdade os 15 dias a que tem direito ele fica fora, quando chega o dia dele voltar ele vem, faz um churrasco, fica um tempo aqui e volta e fica afastado de novo por mais 15 dias. Até os vereadores estão com os salários atrasados, muitos, até mesmo do lado dele, já comentam que o prefeito avisou que não vai pagar”, finalizou.

Outro lado

Procurado pelo GP1 na manhã deste domingo (13), o prefeito Divino Alano não foi localizado para comentar o caso.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Prefeito Divino Alano é acusado de suspender transporte escolar
http://www.gp1.com.br/noticias/prefeito-divino-alano-e-acusado-de-suspender-transporte-escolar-404158.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.