Piauí - Nazária

Prefeito Osvaldo Bonfim diz que vai recorrer de decisão judicial

“A Prefeitura ressalta que essa foi uma ação ajuizada ainda no ano 2014 pelo Ministério Público, contra a gestão do ex-prefeito Ubaldo Nogueira”, diz trecho da nota.

BRUNNO SUÊNIO

- atualizado

O prefeito de Nazária, Osvaldo Bonfim, enviou ao GP1, na tarde desta terça-feira (29), direito de resposta sobre matéria publicada nesta manhã informando sobre a decisão do juiz João Gabriel Furtado Baptista que determinou o preenchimento de todos os cargos do município por candidatos aprovados no concurso público Edital 01/2011.

Segundo Bonfim, a prefeitura vai recorrer da decisão por observar a existência de alguns pontos controversos, tendo em vista que o prazo do concurso já expirou e que cerca de 90% dos aprovados já foram nomeados.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Osvaldo Bonfim Osvaldo Bonfim

“A Prefeitura ressalta que essa foi uma ação ajuizada ainda no ano 2014 pelo Ministério Público contra a gestão do ex-prefeito Ubaldo Nogueira”, diz trecho da nota.

Confira abaixo o direito de resposta na íntegra

Sobre a decisão do juiz João Gabriel Furtado Batista, da 2ª Vara dos Feitos da Fazenda, em determinar a convocação dos aprovados no concurso público realizado em 2011, a Prefeitura de Nazária informa que o Município irá recorrer da decisão, por observar a existência de alguns pontos controversos, tendo em vista que o prazo do concurso já expirou e que cerca de 90% dos aprovados já foram nomeados.

A Prefeitura ressalta que essa foi uma ação ajuizada ainda no ano 2014 pelo Ministério Público, contra a gestão do ex-prefeito Ubaldo Nogueira. Por sua vez, o atual prefeito Osvaldo Bonfim está ciente da vigência dos prazos determinados pela decisão e vai tomar as providências cabíveis de forma a não prejudicar o município e o seu pleno funcionamento.

No que se refere à contratação de servidores, a Prefeitura de Nazária explica que os cargos comissionados são legais, essenciais para o andamento da gestão e foram criados por meio de leis municipais.


MAIS NA WEB