Piauí - Canavieira

Procurador instaura inquérito civil contra ex-prefeito Zé Nordeste

A investigação é baseada em uma representação de autoria da Prefeitura de Canavieira, em face do ex-prefeito Zé Nordeste, onde foi informada a possível aplicação irregular dos recursos.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O Ministério Público Federal no Piauí (MPF-PI), por meio do procurador da república Kelston Pinheiro Lages, decidiu instaurar um novo inquérito civil contra o ex-prefeito de Canavieira, José Donato de Araújo Neto, mais conhecido como Zé Nordeste.

Kelson Lages explicou na portaria de nº 46, de 30 de agosto, que primeiro foi instaurado um procedimento preparatório, mas com o fim do prazo de investigação e a necessidade de continuar colhendo mais informações, ele então decidiu converter o procedimento em inquérito civil.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Ministério Público Federal no Piauí Ministério Público Federal no Piauí

A investigação é baseada em uma representação de autoria da Prefeitura de Canavieira, em face do ex-prefeito Zé Nordeste, onde foi informada a possível aplicação irregular dos recursos transferidos pelo Ministério das Cidades, no exercício de 2006, através do convênio SIAFI 583924, que ficou vigente até o dia 30 de dezembro de 2016.

Sobre o inquérito, o procurador explicou que o “Ministério Público é uma instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis”.

No dia 24 de agosto ele havia instaurado outroinquérito civil para investigar irregularidades na gestão de Zé Nordeste, mas dessa vez era em relação ao convênio de nº SIAFI 575163. A instauração também foi com base em denúncia da prefeitura de Canavieira.

Outro lado

Procurado pelo GP1neste sábado (02), o ex-prefeito não foi localizado para comentar a investigação. O GP1 está aberto para quaisquer esclarecimentos.

MAIS NA WEB