Piauí - Água Branca

Quadrilha especializada em roubo de carros é presa em Água Branca

Os bandidos utilizariam um veículo roubado no Lourival Parente para auxiliar em um assalto a uma Casa Lotérica.

RAYANE TRAJANO E THAIS SOUSA

- atualizado

Grupo especializado em roubo de veículos é preso em Água Branca

Três pessoas foram presas na cidade de Água Branca, durante operação na tarde desta segunda-feira (09), acusadas de integrar uma quadrilha especializada em roubo de veículos em Teresina. Um dos presos realizou um assalto na semana passada, na zona sul da capital e outros dois estavam escondendo o veículo em Água Branca.

De acordo com o capitão Audivan Nunes, comandante da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí, “Felipe Macaquinho”, roubou um Fiat Siena no bairro Lourival Parente na última quinta-feira (05). O veículo foi encaminhado para Água Branca, onde estava sob a guarda de Felipe Bezerra e Marlúcia da Silva. Os três foram detidos e encaminhados à sede da Polinter, juntamente com o veículo recuperado.

O capitão informou que os três iriam usar o carro para auxiliar em um assalto a uma Casa Lotérica em Água Branca. “As informações que tinham no celular dele é que eles iriam fazer uma ‘parada’ em Água Branca. Um assalto a uma casa lotérica esta semana, estavam só esperando chegar o material”, informou.

A localização dos criminosos foi possível através do rastreamento do celular da vítima, que ficou dentro do carro roubado. “Recebemos a informação de que eles estavam em água Branca pela localização do celular da vítima, ele me informou e eu informei o comando tático lá [em Água Branca].  A gente ficou monitorando desde ontem, eles se deslocavam, a gente ia atrás deles", disse o coordenador, orientando que as pessoas permaneçam com o GPS do celular ligado, para que facilite a busca do aparelho nesses casos.

O prosseguimento das investigações será feito pela Polinter e pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco). “Agora vamos passar para a Polinter para desencadear as investigações. Uma equipe do Greco também está vindo para cá para colher algumas informações para ver se há relação com mais assaltos aqui em Teresina”, disse o capitão Audivan.

A Força Tarefa da Secretaria de Segurança está em busca dos demais membros da quadrilha. Felipe Macaquinho já confessou aos policiais que estava armado quando roubou o Siena.

O assalto

A condutora do veículo estava se dirigindo para o Terminal Rodoviário de Teresina no dia 05 de janeiro quando os criminosos começaram a perseguição. A vítima foi abordada na Rua Seis, bairro Lourival Parente. Junto com o carro foram levados alguns pertences da vítima.

“Eu estava indo para o terminal rodoviário com a minha mãe e entrei na rua errada, quando eu vi que estava na rua errada parei para pedir informação para um rapaz que estava passando, ele me informou que a rua não dava acesso à rodoviária, que eu tinha que retornar. Quando eu subi na calçada para fazer a ré, chegaram em um carro preto atrás de mim, me trancando, me abordaram, tiraram eu e minha mãe de dentro do carro e levaram”, relatou a vítima.

Mais conteúdo sobre: