Mundo

Quatro pessoas morrem atropeladas por caminhão em Jerusalém

A identidade das vítimas será divulgada somente quando as famílias forem notificadas.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

Quatro pessoas morreram e pelo menos 15 ficaram feridas em Jerusalém, neste domingo (08) após serem atropeladas por um caminhão, de acordo com informações da polícia Israelense. Segundo informações do G1, as vítimas foram três mulheres e um homem com idade de vinte anos.

A identidade das vítimas será divulgada somente quando as famílias forem notificadas. O motorista que era palestino de Jerusalém Oriental foi baleado e morreu, segundo o chefe da polícia Roni Alsheich. A polícia investiga se o atentado foi um ataque terrorista.

De acordo com uma testemunha, o caminhão avançou contra um grupo de soldados, que atiraram contra o motorista, que após os tiros mudou a direção e partiu para cima dos soldados novamente. Imagens feitas por câmeras de segurança mostram quando o caminhão avança em direção aos soldados e depois dá ré sobre eles. Outra testemunha, um segurança disse à rede de TV Canal 10 que tudo aconteceu muito rápido. "Em uma fração de segundo eu olhei para a minha esquerda e vi o que eu só posso descrever como um caminhão em alta velocidade que me lançou ao ar", disse.

Histórico

Nos últimos 15 meses, os ataques nas ruas palestinas mataram mais 35 israelenses e 2 estrangeiros. Na Cisjordânia ocupada e na Faixa de Gaza, durante esse período mais de 230 palestinos foram mortos. Ainda de acordo com Israel, pelo menos 157 deles foram assaltantes em ataques solitários. Outros morreram durante confrontos e protestos.

Hamas

O grupo islâmico palestino Hamas elogiou o ataque deste domingo. "Nós abençoamos esta operação heroica que resiste à ocupação israelense para forçá-la a parar seus crimes e violações contra nosso povo", disse o porta-voz do Hamas, Fawzi Barhoum, à agência de notícias Reuters.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB