Brasil

Raquel Dodge é nomeada procuradora-geral da República

Procuradora substitui Rodrigo Janot no comando do Ministério Público Federal a partir de setembro.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

Um decreto do presidente Michel Temer publicado no “Diário Oficial da União” desta quinta-feira (13), nomeia, a partir de 18 de setembro de 2017 Raquel Dodge para o cargo de procuradora-geral da República. Ela vai substituir Rodrigo Janot, que passou quatro anos no comando do Ministério Público Federal (MPF).

A indicação de Dodge para o cargo foi aprovada na noite de quarta-feira (12) pelo Senado, após sabatina de quase 8 horas. De acordo com informações do G1, ela recebeu 74 votos a favor e apenas um contra. Também houve uma abstenção. A votação foi secreta, na qual não se sabe como votou cada parlamentar.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoRaquel DodgeRaquel Dodge

O dever do procurador-geral da República é, por exemplo, pedir abertura de inquéritos para investigar o presidente da República, ministros, deputados e senadores. Além disso, o chefe do MPF também tem a prerrogativa de apresentar denúncias nesses casos. A PGR pode ainda criar forças-tarefa para investigações especiais, como é o caso do grupo que atua na Lava Jato.

Mais conteúdo sobre: