Economia e Negócios

Relator prevê 40 anos de contribuição para 100% da aposentadoria

Prazo para chegar a aposentadoria integral foi reduzido, mas perda do valor do benefício é maior quanto menor for o tempo de contribuição.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

A proposta do novo cálculo do valor da aposentadoria, que ainda será votada pela comissão especial da Câmara, estimula o trabalhador a contribuir por mais tempo para evitar uma perda maior no valor a ser recebido.

Para os que se aposentarem com tempo de contribuição entre 25 e 33 anos, a proposta do relator Arthur Maia prevê um benefício menor do que a proposta original do governo. A partir de 34 anos de contribuição, o valor do benefício fica maior pelo texto que será votado na Câmara, em relação a proposta inicial.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoArthur MaiaArthur Maia

De acordo com informações do G1, na prática, quanto mais tempo o trabalhador esperar para receber o benefício, maior será a progressão do valor. Isso forçaria um tempo mais longo na ativa para quem quiser receber mais, até chegar à aposentadoria integral com 40 anos de contribuição. A proposta original do governo previa 49 anos de trabalho para obter 100% do benefício.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB