Brasil

Rodrigo Janot deve enviar 80 pedidos de investigações ao STF

Ao todo, 77 ex-executivos da empreiteira fecharam acordo de delação premiada.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve enviar nesta semana ao Supremo Tribunal Federal (STF), cerca de 80 pedidos de investigações sobre parlamentares e ministros citados na delação da Odebrecht.

De acordo com informações do G1, ao todo, 77 ex-executivos da empreiteira fecharam acordo de delação premiada e prestaram aproximadamente 950 depoimentos sobre como se dava a relação da empreiteira com o mundo da política. Estima-se que as delações atinjam cerca de 800 políticos com ou sem mandato.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoRodrigo JanotRodrigo Janot

Além de novos inquéritos, a procuradoria poderá pedir diligências em investigações já em andamento; arquivamento; e até mesmo novas denúncias, baseadas em provas entregues pelos ex-executivos da empreiteira. Agora uma das pendências é decidir se os pedidos de inquérito sobre pessoas sem o foro privilegiado serão também enviadas à Corte ou aos tribunais.