Política

Rodrigo Maia quer acelerar votação de denúncia contra Temer

O presidente da Câmara disse que pretende votar a denúncia em plenário até o dia 23 de outubro.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), quer imprimir um ritmo mais rápido na segunda denúncia contra o presidente Michel Temer do que teve a primeira.

De acordo com informações doExame, Maia disse na última semana que pretende votá-la em Plenário até o dia 23 de outubro. Um dos motivos do atraso na votação é o fato de que o relator do texto, Bonifácio Andrada (PSDB-MG), que voltou favoravelmente ao presidente na primeira denúncia, sofre pressão de integrantes de seu partido para abrir mão do posto.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoRodrigo MaiaRodrigo Maia

Algumas lideranças do PSDB não querem Andrada como relator da denúncia para evitar o agravamento da divisão interna do partido. O relator diz que não abdicará da relatoria. Também existe a possibilidade de que o líder do partido na Câmara, Ricardo Tripoli (SP), retire Andrada da comissão, o que forçaria a mudança do relator.

A tramitação da primeira denúncia durou 35 dias. Se for possível votar em até o dia 23, a segunda denúncia terá sido concluída em apenas 28 dias.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB