Esportes

Rogério Ceni deixa comando do São Paulo após seis meses no time

O último jogo que Rogério Ceni comandou o time foi no domingo (02), onde o São Paulo perdeu de 2 a 0 para o Flamengo.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

Nesta segunda-feira (03), o São Paulo divulgou um comunicado, anunciando a demissão de Rogério Ceni. O ex-goleiro é um dos maiores ídolos da história do tricolor e estava no clube há seis meses como treinador, porém, não conseguiu ter sucesso no comando do time, que está na zona do rebaixamento e há seis rodadas sem vitória no Campeonato Brasileiro.

“O respeito e o reconhecimento pela grandeza de Rogerio Ceni, como figura histórica desta instituição, serão eternamente celebrados” disse o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

  • Foto: DivulgaçãoRogério CeniRogério Ceni

O comunicado não fala em "comum acordo". O texto apenas informa sobre Rogério Ceni "deixar o comando técnico de sua equipe principal". Segundo a nota, "em sua passagem como treinador, Ceni demonstrou a dedicação e o empenho que o caracterizaram como atleta. Desejamos boa sorte a este que sempre será um dos maiores ídolos de nossa história".

De acordo com o G1, a demissão de Ceni acontece três dias após a saída de seu auxiliar, o inglês Michael Beale, que pediu demissão alegando problemas de adaptação ao Brasil. Os dois estavam bastante decepcionados com as mudanças no elenco, com constantes saídas e chegadas de jogadores.

O último jogo que Rogério Ceni comandou o time foi no domingo (02), onde o São Paulo perdeu de 2 a 0 para o Flamengo.

Mais conteúdo sobre: