Brasil

Roseana é absolvida pela Justiça da acusação de desvios na saúde

No ano passado, a ex-governadora foi acusada de desviar recursos da saúde para usar na campanha de 2010.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado
  • Foto: DivulgaçãoRoseana SarneyRoseana Sarney

O juiz Clésio Coelho Cunha da 7.ª Vara Criminal de São Luís decidiu absolver a ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), da acusação de desvio de R$ 1,95 milhão de recursos da saúde. Em 2016, o promotor Lindonjonson de Sousa denunciou Roseana e mais 15 pessoas, entre elas, o ex-secretário de Saúde Ricardo Murad (cunhado de Roseana), à Justiça por uso do recurso na campanha de 2010.

Segundo o Estadão, no ano passado, o juiz Fernando Mendes Cruz, da mesma vara, foi quem ficou responsável por acatar a denúncia. Na época, o magistrado decidiu abrir investigação quanto aos crimes de fraude na licitação, superfaturamento de contratos e desvio de recursos para campanhas eleitorais.

A decisão de absolver Roseana, de acordo com Clésio Coelho Cunha, se deu “por falta de conduta da acusada para o resultado das ações descritas [...] não há, evidentemente, como o fato atribuído a ela se constituir em crime”.

O juiz ressaltou ainda que a ex-governadora não era responsável pelos pagamento das obras e serviços executados na Secretaria de Estado da Saúde. “(Roseana Sarney) não era ordenadora de despesas para pagamento das obras e serviços executados na Secretaria de Estado da Saúde, sendo que cabia ao secretário de Saúde Ricardo Jorge Murad esta atribuição e no direito financeiro cabe ao ordenador de despesas demostrar a regularidade da sua atuação”.

Roseana comemorou o fato como mais uma vitória na Justiça, já que em novembro do ano passado, a ex-governadora conseguiu o arquivamento da denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF), que apontava envolvimento da peemedebista em um esquema de lavagem de dinheiro e corrupção da Operação Lava Jato.

“Essa decisão, embora ocorra depois de uma longa e exaustiva batalha minha, enquanto fui por todo esse tempo pré-julgada e, por muitas vezes, agredida, só renova as minhas forças, a fé na verdade e na Justiça, principalmente, a de Deus”, declarou.

Mais conteúdo sobre: