Mundo

Rússia afirma ter "pai de todas as bombas" após ataque dos EUA

Segundo a imprensa da Rússia, o país possui desde 2007 a bomba não-nuclear que está sendo chamada agora de “pai de todas as bombas”.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

Após o recente bombardeio realizado pelos Estados Unidos na quinta-feira (13) com o lançamento de um projétil conhecido como “mãe de todas as bombas”, os meios de comunicação da Rússia destacaram nesta sexta-feira (14) que o país possui uma arma que seria quatro vezes mais forte que a lançada pelos EUA, que foi intitulada de “pai de todas as bombas”.

O bombardeio realizado pelos EUA na província oriental afegã de Nangarhar no Afeganistão com um projétil GBU-43 foi com o objetivo de atingir membros do grupo terrorista Estado Islâmico. O lançamento do projétilculminou com a morte de 36 membros do grupo.

  • Foto: AP/RIA Novosti/Alexei DruzhininVladimir PutinPresidente da Rússia, Vladimir Putin

Segundo a imprensa da Rússia, o país possui desde 2007 a bomba não-nuclear que está sendo chamada agora de “pai de todas as bombas”. Naquele ano foram feitos testes que deram resultados positivos sobre o poder dessa bomba. Na internet existem alguns vídeosque mostram a eficácia da arma.

OG1afirma que se trata de uma bomba termobárica, conhecida na Rússia como Bomba Aérea de Vácuo de Potência Aumentada (AVBPM). Ela seria mais leve que a lançada pelos norte-americanos, mas com uma potência de explosão quatro vezes maior, equivalente a 44 toneladas de TNT. Não se sabe quantas bombas desse modelo foram produzidas pela Rússia.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB