Piauí

Sejus suspende concurso para agente penitenciário no Piauí

O secretário Daniel Oliveira e o presidente do NUCEPE, Jorge Martins Filho, assinaram o documento de suspensão nesta quarta-feira (05).

JOCIARA LUZ

A Secretaria de Justiça do Piauí e o Núcleo de Concursos e Promoções de Eventos (NUCEPE) suspenderam o cronograma do concurso público para agente penitenciário, realizado no dia 18 de setembro, até que a Polícia Civil conclua o inquérito que investiga uma possível fraude no certame. O secretário Daniel Oliveira e o presidente do NUCEPE, Jorge Martins Filho, assinaram o documento de suspensão nesta quarta-feira (05).

O inquérito em questão foi instaurado após o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) prenderam o advogado Evilásio Rodrigues de Oliveira Cortez, acusado de tentar fraudar o certame. Ele teria sido flagrado com um gabarito no local de aplicação do concurso. Outras três pessoas identificadas como Rayssa Kelly Alexandre de Carvalho, Joanderson Almeida dos Santos e Márcio Morais Rodrigues também foram presas. 

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Secretário de Justiça, Daniel OliveiraSecretário de Justiça, Daniel Oliveira

A suposta fraude também é alvo de investigação do Ministério Público Estadual, que abriu procedimento investigatório após inúmeras denúncias identificadas, anônimas e até mesmo inúmeras matérias jornalísticas dando conta da ocorrência de fraudes no concurso realizado pela Sejus no dia 18 de setembro.

O Ministério Público, por meio da promotora Leida Diniz já emitiu recomendação ao secretário Daniel Oliveira e ao presidente do NUCEPE pedindo a anulação do certame.