Piauí - Campo Maior

Sejus transfere 43 internos de Campo Maior para Altos

Os internos haviam sido removidos para Campo Maior às pressas por conta da superlotação das centrais de Flagrantes de Teresina e Parnaíba.

THAIS GUIMARÃES

- atualizado

A Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) do Piauí transferiu, durante a madrugada deste domingo (17), 43 pessoas que estavam presas provisoriamente na Penitenciária Regional de Campo Maior para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Altos. Os internos haviam sido removidos para Campo Maior às pressas por conta da superlotação das centrais de Flagrantes de Teresina e Parnaíba.

  • Foto: Divulgação/SejusTransferência de internosTransferência de internos

A transferência é um desdobramento da Operação Habitar, que foi deflagrada na última sexta-feira (15) e restabeleceu a entrada de visitas na Casa de Custódia de Teresina, que não estavam ocorrendo por conta da greve dos agentes penitenciários.

O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, explicou que a remoção dos internos se deu por questões de segurança. “Como os agentes penitenciários não estavam realizando a custódia dos presos em Campo Maior, só a Polícia Militar, não tinha condições de manter alto o nível de segurança da Penitenciária de Campo Maior”, declarou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Daniel OliveiraDaniel Oliveira

A transferência teve apoio do Comando Geral da Polícia do Piauí, com cerca de 40 policiais, oriundos do BPRONE, 8º BPM, 15º BPM e 16º BPM e do Grupo de Intervenção da PM, sob coordenação do major Marcos, da Diretoria de Inteligência e Proteção Externa, do capitão Marinho, da Diretoria de Administração Penitenciária, do capitão Thanack Hitler Costa, gerente da Penitenciária de Campo Maior e do tenente Igor, gerente do CDP de Altos.

A operação teve início no final da noite de sábado (16) e encerrou por volta das 4h da madrugada de hoje.

MAIS NA WEB