Piauí

Semar registra 3.670 mil focos de calor no Sul do Piauí em setembro

Somente no município de Uruçuí, o monitoramento aponta 492 focos, seguido pela cidade de Baixa Grande do Ribeiro com 244 focos de calor.

- atualizado

O mês de setembro foi considerado difícil para as equipes de brigadistas formadas pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hidricos (Semar). Foram registrados 3.670 focos de calor, pelo satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), na região sul do Estado. Somente no município de Uruçuí, o monitoramento aponta 492 focos, seguido pela cidade de Baixa Grande do Ribeiro com 244 focos de calor.

O boletim diário produzido pela equipe do Procerrado na Semar aponta uma preocupação dos técnicos, considerando que grande parte das queimadas acontece devido ao uso do fogo para remover vegetação em fazendas, abrindo espaço para a pecuária ou agricultura.

A Semar vem realizando treinamentos sobre queima controlada nas comunidades rurais dos municípios de Baixa Grande do Ribeiro, Bom Jesus, Currais, Palmeira do Piauí, Ribeiro Gonçalves, Santa Filomena e Uruçuí.

  • Foto: Divulgação/AscomBrigadistasBrigadistas

De acordo com o Superintendente de Meio Ambiente da Semar, Carlos Moura Fé, o trabalho de treinamento e conscientização nas comunidades é justamente para que todos possam atuar junto ao combate às queimadas neste período do ano, quando há um aumento nos números de focos de calor. “Para se ter uma ideia do constante aumento, em junho registramos 193 focos e já em setembro chegou a mais de 3.600 focos de calor, um aumento muito grande e que preocupa as autoridades que atuam no combate às queimadas no Piauí”, ressalta Moura Fé.

Os treinamentos estão sendo realizados através do Programa ProCerrado, coordenado pela Semar. O coordenador de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais da Semar, Carlos Eduardo da Silva, participou de mais uma etapa do treinamento, que teve a parceria do Ibama/Prevfogo. Segundo ele, várias ações estão sendo desenvolvidas no sentido de conscientizar as comunidades e trabalhadores rurais. “São treinamentos que demonstram a aplicação de técnicas de queima controlada, com o intuito de preparar e redobrar a atenção dos participantes, no que diz respeito à realização de queima em roçados e em áreas de renovação de pastos”, explica Eduardo. A Semar concluiu, no último final de semana, o treinamento de cerca de 350 pessoas na região Sul do Estado.

Ainda de acordo com o Boletim Diário produzido pela Semar, os municípios com maior índice de focos de calor são: Uruçuí (492); Baixa Grande do Ribeiro (244); Santa Filomena (186); Ribeiro Gonçalves (170); Sebastião Leal (130); Manoel Emídio (93); Floriano (101); Corrente (72); Palmeirais (72) e Jerumenha (71).

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB