Política

Senado Federal aprova PEC do teto de gastos em 1º turno

A PEC ainda precisa ser analisada em segundo turno, previsto para 13 de dezembro.

NAYRANA MEIRELES

O Senado aprovou na madrugada desta quarta-feira (30), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, que limita os gastos públicos federais à inflação.  A PEC ainda precisa ser analisada em segundo turno, previsto para 13 de dezembro.

O placar foi de 61 votos a 14, número inferior ao que havia sido estimado pelos líderes da base, que esperaram que a votação teria entre 62 e 65 votos a favor e seria maior que a votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

  • Foto: Andressa Anholete/Estadão ConteúdoPlenário do SenadoPlenário do Senado

Se a medida for aprovada na segunda rodada, marcada para o dia 13 de dezembro, ela deve partir para a sanção presidencial, no dia 15 de dezembro.  Durante a sessão desta terça, a medida foi criticada por senadores que fazem oposição ao Palácio do Planalto. Os oposicionistas chamaram o texto de "PEC da maldade" porque, na visão deles, a proposta vai "congelar" os investimentos em saúde e educação.

Do lado de fora, cerca de 10 mil pessoas participaram de uma manifestação contra a provação da medida. De acordo com informações do Estadão, o movimento teve início por volta das 16 horas e houve confronto com a polícia. Participaram da manifestação estudantes, representantes da CUT, MST, organizações ligadas às universidades federais e grupos indígenas.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Senado Federal aprova PEC do teto de gastos em 1º turno
http://www.gp1.com.br/noticias/senado-federal-aprova-pec-do-teto-de-gastos-em-1o-turno-405182.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.