Política

Senado Federal aprova urgência para votar reforma trabalhista

Com aprovação do requerimento, proposta estará pronta para votação dentro do prazo de duas sessões de votação.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O Senado aprovou nesta terça-feira (04), sob protestos da oposição, por 46 votos a 19, um requerimento de urgência para a tramitação da reforma trabalhista. Com isso, a proposta será incluída na pauta de votações da Casa e poderá ser votada “na segunda sessão deliberativa ordinária subsequente à aprovação do requerimento”.

Na última quarta-feira (28), o requerimento de urgência havia sido aprovado, em votação simbólica, pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O pedido, no entanto, precisava também passar pelo plenário. A previsão é que a proposta seja analisada pelo plenário na próxima terça-feira (11).

  • Foto: Andressa Anholete/Estadão ConteúdoPlenário do SenadoPlenário do Senado

De acordo com informações do G1, o líder do PT, Lindbergh Farias (RJ), apresentou um questionamento em que pedia a suspensão da análise da reforma até que fosse apresentado um estudo de impacto orçamentário da medida. A chamada questão de ordem foi negada por Eunício.