Política

Senadora Regina Sousa critica alterações em projeto anticorrupção

Regina Sousa defendeu a aprovação do pacote, mas criticou que ele tenha sido colocado para votação somente agora, quando um projeto parecido já havia sido apresentado por Dilma.

BÁRBARA RODRIGUES

Em entrevista ao GP1 nesta sexta-feira (25), senadora Regina Sousa (PT) criticou a decisão de alguns parlamentares de incluírem no pacote anticorrupção anistia a quem comete caixa dois e disse acreditar que se esse projeto passar, o presidente Michel Temer (PMDB) irá aprová-lo.

Regina Sousa defendeu a aprovação do pacote, mas criticou que ele tenha sido colocado para votação somente agora, quando um projeto parecido já havia sido apresentado por Dilma. “Por regra, a lei anticorrupção é sempre bem-vinda, a própria presidente Dilma tinha lançado um pacote no começo de 2015 que ninguém deu importância, pois a intenção era só de tirar ela do governo, não chegou nem a ser votado nas comissões e até com muitas coisas melhores do que esse que está sendo discutido, mas é claro que é um projeto muito importante”, revelou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Senadora Regina SousaSenadora Regina Sousa

A senadora ainda criticou a decisão de alguns políticos de incluírem no pacote de medidas, uma emenda para garantir anistia a quem comete crime de caixa 2, o que iria beneficiar os investigados da operação Lava Jato.

“Essa história da anistia é uma coisa que a gente vê que acontece na Câmara, que sempre tenta botar um jabuti nos projetos para vê se passa. Não acredito que passe, pois a população está muito atenta. Quem deve, tem que pagar”, criticou. Ela ainda acredita que se o projeto passasse na Câmara, seria sancionado pelo presidente Michel Temer. “Pelo que dizem, ele sinalizou que sancionaria. Até porque está mais do que provado o envolvimento dele com essas coisas”, afirmou.

Cenário político

A crise política foi um dos pontos principais para o impeachment de Dilma. A senadora acredita que esse cenário irá continuar durante a gestão de Michel Temer, que para ela, não é um governante legítimo. “Vai continuar porque não é um governo legítimo, não teve voto, então não pode ter o apoio da população. Ele esta empurrando para população coisas que o povo não está aceitando e que não estava no projeto de governo [da Dilma]”, disse.

Mandato

A senadora avaliou como positivo mais um ano de mandato. “Foi um ano atípico, com uma batalha mais política do que jurídica. A força política que se juntou para derrubar a Dilma, e agora eles estão mostrando quem realmente são. Foi um ano contraproducente em relação de projetos, pois o próprio senado produziu pouco e estão começando agora, votando uns projetos até ligeiros demais, mas eu trabalhei muito, eu fiz muito debate, pois é importante debater com as pessoas, fiz muitas audiências públicas com temas importantes. Aprovar um projeto no Senado leva seis anos e ainda vai para a Câmara, então vou sair de lá, e os projetos podem até ser aprovados, mas ainda teria que passar na Câmara, então temos que trabalhar as temáticas atuais com a população, acho isso bem mais importante”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Senadora Regina Sousa critica alterações em projeto anticorrupção
http://www.gp1.com.br/noticias/senadora-regina-sousa-critica-alteracoes-em-projeto-anticorrupcao-405017.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.