Piauí

Sesapi registra aumento de 103,9% dos casos de Chikungunya

De janeiro a 2 de agosto deste ano já foram registrados 3.828 casos. Enquanto no mesmo período do ano passado, foram 1.877, quando também houve um óbito por conta da doença.

LUCAS MARREIROS

- atualizado

A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) registrou um aumento de 103,9% nos casos de chikungunya no Piauí. O dado é do Boletim Epidemiológico, da Sala Estadual de Coordenação e Controle das Ações de Enfrentamento à Microcefalia, apresentado na última sexta-feira (04).

  • Foto: Paulo Whitaker/ReutersAedes AegyptiAedes Aegypti

De acordo com o documento, de janeiro a 2 de agosto deste ano já foram registrados 3.828 casos. Enquanto no mesmo período do ano passado, foram 1.877, quando também houve um óbito por conta da doença.

Além disso, também cresceu o número de municípios com notificação de casos. Em 2017, já são 87 cidades, enquanto em 2016 foram 61. Dentre eles, estão São Raimundo Nonato, Parnaíba, Floriano, Oeiras e Teresina.

Já os casos de dengue tiveram redução, caindo de 4.793, em 2016, para 4.192, em 2017, num decréscimo de 12,5%. Os casos de zika também diminuíram. Em 2017, foram 137 e em 2016, foram notificados 206.