Piauí

SESI realiza pesquisa para melhorar indústria têxtil do Piauí

O Conselho Nacional do SESI realizou no Piauí a pesquisa “Escutando os desafios da produtividade”, que aferiu as competências básicas de trabalhadores da indústria têxtil do estado.

GERMANA CHAVES E THAIS GUIMARÃES

- atualizado

SESI realiza pesquisa para melhorar indústria têxtil do Piauí

O Conselho Nacional do SESI em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), realizou no Piauí a pesquisa “Escutando os desafios da produtividade”, que aferiu as competências básicas de trabalhadores da indústria têxtil do estado, com o objetivo de melhorar a produtividade. Os resultados da pesquisa foram apresentados nessa terça-feira (03) na sede da Federação das Indústrias do Piauí (Fiepi).

O presidente do Conselho Nacional do SESI, João Henrique Sousa, ressaltou a importância da pesquisa. “Patrocinamos essa pesquisa, levantando a situação do setor de confecção, e isso vai facilitar as condições desse setor, que cresce a cada instante no Piauí”, afirmou.

De acordo com Miguel Fontes, responsável pela pesquisa, foram entrevistados 500 trabalhadores de 100 indústrias, das cidades de Teresina, Parnaíba e Campo Maior. “Verificamos que existe uma vinculação direta entre competência linguística básica e maior produtividade do trabalhador da indústria têxtil, ou seja, aquele trabalhador que consegue se comunicar melhor, interpretar melhor as informações, escutar, é mais produtivo”, explicou.

Para o presidente do Sindicato da Indústria do Vestuário de Teresina (Sindivest), Francisco Marques, a pesquisa vai alcançar seu objetivo, que é potencializar a produção têxtil. “Temos um problema seríssimo de produtividade, então, em tempos difíceis temos que trabalhar com ferramentas diferentes, e o SESI vem como um parceiro forte”, declarou.

O presidente do Fiepi, o ex-governador Zé Filho, elogiou a iniciativa do SESI. “Acho que toda informação que se pode trazer ajuda no desenvolvimento do setor, um setor importante do nosso estado, que gera muitos empregos, acho uma contribuição importante do Sistema”, pontuou.