PI - Teresina

Silas diz que Podemos não tem compromisso com Wellington Dias

O deputado federal também criticou o deputado estadual Dr. Pessoa, colocado como possível candidato ao Karnak.

GERMANA CHAVES

- atualizado

O deputado federal Silas Freire, presidente do Podemos no Piauí, afirmou ao GP1 nesta terça-feira (26), que o partido não tem compromisso com o Governo Wellington Dias (PT). A declaração do parlamentar veio diante do questionamento de um provável rompimento com o Palácio de Karnak para trabalhar a possibilidade de lançar o advogado Norberto Campelo como candidato a governador do Estado em 2018. Embora não tenha manifestação concreta acerca do assunto, corre nos bastidores com bastante desenvoltura, a entrada do advogado como uma nova via ao cargo majoritário.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Silas FreireSilas Freire

Mesmo estando na Câmara devido a uma manobra de Wellington Dias que deslocou a deputada federal Rejane Dias (PT) para a secretaria da Educação, Silas não deixou de externar seu posicionamento acerca do alinhamento com o Executivo.

Esse cenário exclui totalmente a aliança com o Podemos, uma vez que, Wellington Dias é candidato à reeleição. “O Podemos vai eleger primeiro o Piauí e terminando esse movimento, que será iniciado aqui, se chegarmos à conclusão que as prioridades do Piauí nasceram de um nome como o do Doutor Norberto, vamos discutir. Até porque o Podemos não está no Governo, quem está no governo sou eu porque participei da eleição do governador. O Podemos não é governo. A nova formação do Podemos não tem compromisso com o Governo Wellington Dias”, assegurou o deputado federal.

Na oportunidade, ele ainda citou o deputado estadual Dr. Pessoa (PSD), outro nome que tem sido apontado com potencial para ser candidato ao Palácio de Karnak. Para Silas, ele até agora não falou de propostas para o Estado. “Acho ridículo a falta de proposta quando foi que ele {Dr. Pessoa] falou em proposta? Só fala em candidatura, todo mundo só fala em candidatura. Acho ridículo, pois qualquer pessoa que queira se pôr como candidato tem que oferecer ao Piauí uma proposta. O Podemos vai fazer isso”, concluiu Silas.

MAIS NA WEB