Piauí - Teresina

Sindelpol rebate nota emitida pelo delegado geral Riedel Batista

Delegado geral afirmou que vai instaurar processo administrativo contra delegados que entregaram municípios e regionais.

LUCAS MARREIROS

- atualizado

O Sindicato dos Delegados de Polícia Civil de Carreira do Estado do Piauí (Sindepol) rebateu o comunicado feito pelo delegado geral, Riedel Batita, no qual ele afirma que irá instaurar um processo administrativo disciplinar contra os delegados que entregaram quase cem municípios e dezenove regionais alegando falta de condições mínimas para trabalhar.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Delegada Andrea MagalhãesDelegada Andrea Magalhães

De acordo com a presidente do Sindepol, Andrea Magalhães, a classe lamenta a postura do delegado geral sobre a situação. "A Delegacia Geral, por meio de nota, de maneira covarde, se restringiu a estabelecer que irá punir delegados mandando para corregedoria. Primeiramente, ele precisa ter justa causa para isso e fundamentação na lei, o que ele não tem", afirmou.

O anúncio da entrega dos postos de trabalho foi feito durante um ato público realizado pelos delegados da Polícia Civil na última quinta-feira (06) em frente ao Palácio do Karnak, a classe questiona a falta de investimentos na Segurança.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Delegados do Piauí Delegados do Piauí

"A gente só tem a lamentar essa postura deplorável, que se limita a falar por aí, em entrevistas, que têm estados que atrasam salários, e vai se nivelar por baixo? Por acaso a população está deixando de contribuir com os impostos? A população está fazendo sua parte", finalizou Andrea Magalhães.