Piauí

Sindicato dos médicos vai realizar paralisação na próxima terça

“O caos está se instalando na saúde pública”, afirma o Presidente do Simepi, Samuel Rêgo.

LAURA MOURA

- atualizado

Na manhã desta terça-feira (11), foi decidido em assembleia realizada pelo Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí (Simepi), a realização na próxima terça-feira (17), da paralisação de advertência nos hospitais estaduais.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Samuel RêgoSamuel Rêgo

O presidente do Simepi, Samuel Rêgo, explica as reivindicações da classe. “Nós estamos reivindicando por mais médicos nos hospitais estaduais, com a realização de concursos públicos, pelo recebimento da progressão salarial, pelo pagamento do piso salarial correto e por mais estruturas nos nossos locais de trabalho”, destacou.

Samuel afirma também que se a situação não for resolvida, setores vão parar de funcionar. “A população está entrando em filas de até seis meses para conseguir uma consulta ou cirurgia. Por isso, se não forem tomadas medidas urgentes, setores da saúde pública estadual vão fechar por falta de condições”, explicou.

Na paralisação da próxima terça-feira (17), a concentração irá acontecer em frente à Maternidade Evangelina Rosa, por volta das 7h.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB