Brasil

STJ autoriza Abdelmassih a voltar a cumprir prisão domiciliar

Agora voltar a valer a decisão do juiz de primeira instância que concedeu a Abdelmassih o direito de cumprir o restante da pena em regime de prisão domiciliar.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

Nesta terça-feira (04), a ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), revogou a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) que havia mandado o ex-médico Roger Abdelmassih retornar para a cadeia.

Agora voltar a valer a decisão do juiz de primeira instância que concedeu a Abdelmassih o direito de cumprir o restante da pena em regime de prisão domiciliar, segundo a assessoria do STJ.

  • Foto: SENAD/AFPRoger AbdelmassihRoger Abdelmassih

No último domingo (02), a defesa do ex-médico protocolou um recurso que foi acolhido por Laurita Vaz. Abdelmassih voltou para a prisão no último sábado (01). Ele retornou para a cadeia do interior paulista depois de ter o pedido de prisão domiciliar revogado pelo TJ-SP.

No despacho, a magistrada do STJ alegou que houve um erro processual no recurso apresentado pelo Ministério Público de São Paulo para reverter a progressão do ex-médico para o regime de prisão domiciliar, informou a assessoria do tribunal superior.

MAIS NA WEB