Piauí - Pau D' Arco

TCE não aceita denúncia contra a Prefeitura de Pau D’Arco

A conselheira Lilian Martins, em decisão monocrática, afirmou que não houve qualquer irregularidade, então decidiu não receber a denúncia.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) julgou improcedente denúncia contra Gardênia Aguiar Mota contra a prefeitura de Pau D’Arco por irregularidades no concurso público realizado no ano de 2015 no município.

Na denúncia, ela afirmou que foi aprovada no concurso público para o preenchimento de 85 vagas e informou que até a data de protocolo da denúncia, em outubro de 2016, não havia publicação da convocação e nem do ato de homologação dos aprovados no certame.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Lilian MartinsLilian Martins

A conselheira e relatora do processo Lilian Martins julgou a denúncia improcedente, porque foi verificado que os atos do certame foram devidamente cadastrados pela prefeitura de Pau D’Arco e que a homologação dos candidatos aprovados aconteceu logo após a denúncia ser feita, em novembro de 2016.

A conselheira Lilian Martins, em decisão monocrática, afirmou que não houve qualquer irregularidade, então decidiu não aceitar a denúncia. “Fica evidente a perda superveniente do interesse processual visto que já foi realizada a publicação do ato de homologação do concurso, objeto da presente denúncia”, disse.


MAIS NA WEB