Piauí - Matias Olímpio

TCE reprova a prestação de contas do ex-prefeito Antônio Cinda

No julgamento os conselheiros levaram em consideração algumas irregularidades como atraso no envio da prestação de contas mensal e descumprimento do limite de gastos com ensino.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) reprovou a prestação das contas de governo e aprovou com ressalvas as contas de gestão do ex-prefeito de Matias Olímpio, Antônio Rodrigues Sobrinho, mais conhecido como Antônio Cinda, referente ao exercício financeiro de 2014. A decisão é do dia 11 de abril.

No julgamento os conselheiros levaram em consideração algumas irregularidades como atraso no envio da prestação de contas mensal, descumprimento do limite de gastos com manutenção e desenvolvimento do ensino e no limite de gastos com pessoal do Poder Executivo, não contabilização das receitas da COSIP, divergência nas despesas por função de governo, débitos com Eletrobras e Agespisa, entre outras coisas.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tribunal de Contas do EstadoTribunal de Contas do Estado

Apesar do ex-prefeito apresentar defesa e tentar sanar algumas das irregularidades encontradas pelo TCE, os conselheiros entenderam que a documentação apresentada não conseguiu sanar todas as falhas que foram encontradas na gestão de Antônio Cinda no ano de 2014.

Os conselheiros decidiram então pela emissão de parecer prévio para a reprovação das contas de governo e pela aprovação com ressalvas das contas de gestão com aplicação de multa no valor de R$ 500 UFR-PI a ser recolhida ao Fundo de Modernização do Tribunal de Contas (FMTC).

Participaram do julgamento os conselheiros, Kleber Dantas Eulálio, Abelardo Pio Vilanova e Silva, Jaylson Fabianh Lopes Campelo, Delano Carneiro da Cunha Câmara, além da representante do Ministério Público de Contas, a procuradora Raïssa Maria Rezende.


MAIS NA WEB