Piauí - Assunção do Piauí

TCE reprova contas de ex-prefeita Lindalva Mendes Lopes

As decisões foram publicadas no Diário Eletrônico do Tribunal de Contas nesta segunda-feira, 12 de dezembro.

RAYANE TRAJANO

- atualizado

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Piauí reprovou as contas de gestão da ex-prefeita de Assunção do Piauí, Lindalva Mendes Lopes, referentes ao último ano de gestão (2012). Os conselheiros também decidiram que a ex-gestora e a ex-secretária da Educação devem devolver os valores referentes aos danos causados ao erário público, que somam R$ 30.694,57 (trinta mil, seiscentos e noventa e quatro reais e cinquenta e sete centavos).

As contas de gestão foram julgadas irregulares devido a falhas na prestação de contas, que não foram sanadas mesmo após notificações à ex-prefeita. A imputação de débito à prefeita foi firmada no valor de R$ 19.846,39, referente aos valores inscritos na conta Realizável do Ativo Financeiro, sem que tenham sido apresentadas informações de como reaver e/ou regularizar tais créditos junto a terceiros.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Eleição da nova diretoria do TCETCE

A ex-secretária municipal da Educação, Lucélia Alves Mota Lacerda também foi condenada a devolver o valor de R$ 10.848,18, referente às despesas com juros e multas decorrentes do pagamento intempestivo de obrigações previdenciárias. O valor foi advindo do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização Dos Profissionais Da Educação (FUNDEB).

As decisões foram publicadas no Diário Eletrônico do Tribunal de Contas nesta segunda-feira, 12 de dezembro.