Piauí - Caxingó

TCE reprova contas de governo da ex-prefeita Rita Sobrinho

Os conselheiros do TCE entenderam que a ex-prefeita não conseguiu sanar todas as falhas encontradas, por isso decidiram pela emissão de parecer reprovando as contas de governo.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) reprovou as contas de governo da ex-prefeita de Caxingó, Rita Rezende Sobrinho, referente ao exercício financeiro de 2014.

Os conselheiros levaram em consideração várias irregularidades relacionadas a não publicação dos decretos para abertura de créditos adicionais no Diário Oficial dos Municípios, foram constados atrasos de 6 a 40 dias na entrega de prestações de contas via Sagres, balanço orçamentário em desconformidade com a legislação, houve um atraso de 89 dias na entrega da prestação de contas anual, entre outras coisas.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tribunal de Contas do EstadoTribunal de Contas do Estado

Em sua defesa, Rita Sobrinho afirmou que as falhas encontradas foram “exclusivamente de caráter formal, as quais seguem devidamente justificadas, de forma que se deve destacar na análise destas contas a seriedade, idoneidade e a responsabilidade, com que a gestora conduziu sua administração durante todo o exercício”.

Os conselheiros do TCE entenderam que a ex-prefeita não conseguiu sanar todas as falhas encontradas, por isso decidiram pela emissão de parecer reprovando as contas de governo de Rita Sobrinho referente ao ano de 2014.

A decisão é do dia 19 de setembro e participaram do julgamento os conselheiros Kleber Dantas Eulálio, Luciano Nunes Santos, Jaylson Fabianh Lopes Campelo, Delano Carneiro da Cunha Câmara. Além do representante do Ministério Público de Contas, o Procurador-Geral Plínio Valente Ramos Neto.