Política

Temer diz que rejeição da denúncia é 'conquista democrática'

Presidente fez pronunciamento no Palácio do Planalto logo após Câmara rejeitar denúncia da PGR por corrupção passiva.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O presidente Michel Temer afirmou nesta quarta-feira (02), em pronunciamento no Palácio do Planalto, que arejeição da denúncia pela Câmara é uma “conquista do estado democrático”.

Temer convocou a imprensa para um pronunciamento logo após a Câmara dos Deputados rejeitar a denúncia da Procuradoria Geral da República por 263 votos a 227. De acordo com informações do G1, houveram ainda duas abstenções e 19 ausências.

  • Foto: Walterson Rosa/Framephoto/Estadão ConteúdoMichel TemerMichel Temer

"Quero fazer um breve pronunciamento no dia em que a Câmara dos Deputados, que representa o povo brasileiro, manifestou-se de forma clara e incontestável. A decisão soberana do parlamento não é uma vitória pessoal de quem quer que seja, mas é uma conquista do estado democrático, da força das instituições e da própria Constituição", afirmou o presidente.

Temer afirmou em seguida que quer construir um Brasil "melhor, pacificado, justo, sem ódio ou rancor". Na avaliação do presidente, "erram" aqueles que, segundo ele, querem "dividir" os brasileiros. "Nosso destino é ser um grande país. É preciso acabar com os muros que nos separam", acrescentou.

MAIS NA WEB