Piauí - Teresina

Teresina recebe visita do Cardeal Dom Sérgio da Rocha

“O Cristão deve ser sal da terra e luz do mundo” na política, disse o cardeal nomeado pelo Papa Francisco.

BRUNA DIAS E NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O Cardeal Católico Brasileiro nomeado pelo Papa Francisco, Dom Sérgio da Rocha chegou a Teresina nesta terça-feira (04), para uma visita a Capital. Dom Sérgio é o Arcebispo Metropolitano de Brasília e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Em coletiva realizada na manhã desta quarta-feira (05), na residência Episcopal, Dom Sérgio da Rocha, que também já foi Arcebispo Metropolitano de Teresina, disse que volta a cidade com saudade e com uma gratidão imensa. “Aqui tem muita gente boa, generosa. E eu tenho a alegria de reencontrar muita gente querida que caminhou comigo na época que fui arcebispo e que continua a caminhar aqui na Igreja, isso que é bonito. Então é um momento pra mim de muita alegria, de agradecimento, de recordação e de encontro com tanta gente querida”, disse.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Arcebispo Dom Sérgio da Rocha (1)Arcebispo Dom Sérgio da Rocha

Questionado sobre a greve geral do dia 28 de abril, apoiada pela Confederação dos Bispos do Brasil (CNBB), o cardeal disse que é extremamente importante a mobilização das comunidades. “Nosso objetivo é ajudar o povo brasileiro a caminhar unido a assumir juntos a missão. A maneira de mobilizar depende dos bispos da Diocese, mas nós temos insistido na necessidade de atenção, de interesse, de reflexão e de diálogo. O diálogo não pode ficar restrito aos poderes da república. Nós precisamos que o Congresso Nacional dialogue com a sociedade civil organizada. Mas precisamos do povo se interessando pelo Brasil”, afirmou.

O cardeal disse ainda que o cristão deve ser “o sal da terra e a luz do mundo” na política. “O cristão na política deveria fazer a diferença, deveria ajudar a um novo modo de fazer política. Então, nós precisamos, sem dúvida, de pessoas que participam da vida da comunidade, também participando da vida política do país”, afirmou. “Precisamos dar não a corrupção, sim a vida ética. E esse não a indiferença e sim a participação política são posturas fundamentais que a Igreja quer despertar na população”, concluiu.

Ainda nesta quarta, a Arquidiocese de Teresina vai celebrar uma missa solene aberta aos fiéis a partir das 19h, na Catedral Nossa senhora das Dores, no centro da capital. Durante a cerimônia, da qual participarão também todos os Bispos das Dioceses do Piauí, será entregue ao Cardeal a medalha do Mérito Bom Samaritano ao cardeal.