Piauí - Teresina

Teresina vai ganhar 270 empregos no Polo Empresarial Sul

A medida é baseada na lei municipal 2.528/1997, que atrai e incentiva investimentos visando geração de emprego e renda.

A Prefeitura de Teresina concedeu lotes do Polo Empresarial Sul para seis empresas, em acordo assinado durante reunião nessa quinta-feira (06). Com isso, a capital deve ganhar quase 300 novos empregos nos próximos meses.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Nery, afirmou que a decisão está embasada principalmente na geração de emprego e renda. “Estas empresas já existem na cidade, mas estão localizadas em zonas urbanas, o que deixa inviável o tráfego tanto para quem aqui mora, quanto para elas. Com essa concessão de lotes e incentivos no Polo, elas estarão em local adequado para suas atividades e irão gerar mais emprego na nossa cidade”, explicou o gestor.

Com o acordo feito entre a Prefeitura e os empresários, a expectativa é que sejam gerados pelo menos 270 novas vagas de trabalho. A medida é baseada na lei municipal 2.528/1997, que atrai e incentiva investimentos visando geração de emprego e renda. Essa política gerou um aumento elevado no número de empregos nos últimos anos na capital, de acordo com o secretário. 

A concessão dos lotes às seis empresas ocorreu durante a 52º reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico de Teresina (CONTEDE), realizado pela SEMDEC. As empresas beneficiadas pelo acordo são: Multi Distribuidora, L G Carvalho & Cia Ltda, Gerson Santos Rocha - ME (G S R DISTRIBUIDORA), Carvalho Júnior & CIA Ltda (Garra Distribuidora), LDB Transportes de Cargas LTDA, e a TMA Nordeste Transporte.
 

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Teresina vai ganhar 270 empregos no Polo Empresarial Sul
http://www.gp1.com.br/noticias/teresina-vai-ganhar-270-empregos-no-polo-empresarial-sul-402583.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.