Piauí - Teresina

TJ realiza semana de conciliação para agilizar processos no Piauí

O Presidente do TJ-PI, Desembargador Erivan Lopes, esteve presente no auditório do Tribunal para o lançamento da campanha, que é coordenada pelo Desembargador Ribamar Oliveira.

ANDRÉ DOS SANTOS

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) iniciou nesta segunda-feira (21) a 11ª Semana Nacional de Conciliação, idealizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e de vários tribunais no Brasil. O Presidente do TJ-PI, desembargador Erivan Lopes, esteve presente no auditório do Tribunal para o lançamento da campanha, que é coordenada pelo Desembargador Ribamar Oliveira.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Presidente do TJ-PI, Erivan LopesPresidente do TJ-PI, Erivan Lopes

O desembargador Ribamar Oliveira ressaltou que este ano o TJ inova e coloca para conciliação também processos do 2º grau. "Esta semana tem uma novidade, que é a proposta do presidente Erivan Lopes de incluir para conciliação e mediação, processos do 2º grau. É uma forma de desafogar o já superlotado Judiciário. É uma forma de ampliar o leque de solução dos conflitos, porque quando as partes chegam a um acordo, e isso será possível com a intervenção de conciliadores e mediadores, reduz os processos no Tribunal”, destaca o Coordenador, desembargador Ribamar Oliveira.

“Os processos de mediação normalmente são em casos de família, que são delicados. De modo que esta semana certamente trará bons resultados, como nos anos anteriores", disse Ribamar Oliveira. Entre processos do 1º e 2º grau estarão aptos à conciliação e mediação mais de 1.300 processos. Ao todo, 71 mediadores atuam nas audiências tanto no Tribunal de Justiça como no Fórum central.


Link do texto:

TJ realiza semana de conciliação para agilizar processos no Piauí
http://www.gp1.com.br/noticias/tj-realiza-semana-de-conciliacao-para-agilizar-processos-no-piaui-404756.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.