Piauí - Caridade do Piauí

Toninho de Caridade vai disputar presidência da APPM

O prefeito eleito de Caridade do Piauí afirmou que cada vez mais estão assumindo gestores capacitados e que isso irá ajudar os municípios piauienses.

BÁRBARA RODRIGUES

Eleito prefeito de Caridade do Piauí com 57,63% das intenções de voto, Antoniel de Sousa Silva, mais conhecido como Toninho de Caridade (PSD), vai disputar a presidência da Associação Piauiense dos Municípios (APPM). Ainda não há data prevista para a eleição.

Ex-diretor geral da Adapi, Toninho explica que possui experiência e que quer lutar para trazer mais melhorias aos prefeitos piauienses. Ele afirma que se for eleito, pretende fazer com que a APPM fique mais próxima dos gestores. “A gente quer trazer os prefeitos para mais perto da instituição APPM. Para nortear e discutir as ações. Na gestão do Arinaldo [Leal] houve uma visibilidade maior da APPM, eu acho que ele fez o seu papel, mas precisamos aperfeiçoar mais. Um dos maiores desafios é aproximar os gestores da instituição, para que juntos possamos lutar por melhorias junto ao governo federal, discutindo recursos e principalmente a Lei de Responsabilidade Fiscal”, explicou.

  • Foto: Bárbara Rodrigues/GP1Toninho de Caridade foi eleito prefeitoToninho de Caridade foi eleito prefeito

Para Toninho de Caridade, a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) tem sido um grande problema dos gestores, pois a cada ano aumentam os gastos, enquanto os recursos diminuem. “Os recursos não aumentam, pois estão é caindo, e a folha sobe, com os tetos dos professores, o teto dos agentes de saúde, por exemplo. Então se a folha cresce e os recursos caem, o teto vai subir. Como você vai pagar algo que a lei manda cumprir e a outra lei manda descumprir?. Qual lei obedecer?. Se pagar [pelo aumento salarial], vai responder ao Tribunal de Contas por ultrapassar o limite de gastos com pessoal, então é uma situação complicada”, destacou.

Ele afirmou as máquinas que os municípios ganham do governo federal também estão gerando problemas, pois a manutenção é cara. “A manutenção de máquinas que o próprio governo federal doou aos municípios é um problema, pois é muito cara e os prefeitos não possuem recursos. Nós queremos lutar junto ao governo federal, para que se tenha uma verba específica para essa manutenção, pois não adianta ter a máquina lá parada e o gestor não ter nem condição de abastecer. O povo não vai entender que ela está lá e não vai trabalhar. Os municípios precisam lutar junto com o governo federal para encontrar uma solução para acabar com esses problemas”, disse.

O prefeito eleito de Caridade do Piauí afirmou que cada vez mais estão assumindo gestores capacitados e que isso irá ajudar os municípios piauienses. “Eu acredito que melhorou muito a questão dos gestores. Teve até uma pesquisa, onde 116 gestores, dos 224, já possuem cursos superiores, então aumentou o nível de escolaridade e isso vem a beneficiar a administração. Não querendo desmerecer os outros, pois os municípios que possuem uma boa assessoria não deixam de passar por causa disso, mas a gente entende que houve um acréscimo de pessoas com mais qualificações”, finalizou.


Link do texto:

Toninho de Caridade vai disputar presidência da APPM
http://www.gp1.com.br/noticias/toninho-de-caridade-vai-disputar-presidencia-da-appm-402968.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.