Piauí - Aroeiras do Itaim

TRE julga pedido de cassação do prefeito Wesley Gonçalves de Deus

Recurso foi interposto pela coligação “Unidos para o bem do povo”, encabeçada pelo candidato derrotado, Zênio Neves Holanda (PTC).

JOSÉ MARIA BARROS

Em sessão judiciária ordinária prevista para a manhã desta segunda-feira, 9, o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), julga uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) que pede a cassação dos mandatos do prefeito de Aroeiras do Itaim, Wesley Gonçalves de Deus (PTB) e do seu vice, Edilson Rodrigues Teixeira (PT).

A ação foi ajuizada pela coligação “Unidos para o bem do povo”, formada pelos partidos do PTC, PMDB, PSB, PTN, PRTB e PPS, encabeçada pelo candidato a prefeito derrotado, Zênio Neves Holanda (PTB). Ele acusa os adversários de abuso de poder econômico e político/autoridade.

  • Foto: Gelimar MouraPrefeito e vice de Aroeiras do ItaimPrefeito e vice de Aroeiras do Itaim

A representação foi julgada improcedente pelo juiz da 10ª zona eleitoral, com sede em Picos, Sérgio Luís Carvalho Fortes. A sentença foi prolatada no dia 11 de abril de 2017, porém, insatisfeita com a decisão, a coligação “Unidos para o bem do povo” ingressou com recurso junto ao TRE-PI. O relator é o juiz Paulo Roberto de Araújo Barros.

Abuso de poder

Na representação, interposta pela coligação encabeçada pelo candidato derrotado, Zênio Neves Holanda (PTC), é pedida a cassação dos mandatos do prefeito, Wesley Gonçalves de Deus PTC) e do seu vice, Edilson Rodrigues Teixeira (PT). Os dois são acusados de abuso de poder econômico e de abuso de político/autoridade nas eleições de outubro do ano passado.

Os autores da ação alegam que a coligação encabeçada pelo prefeito Wesley Gonçalves (PTB), planejou um evento na mesma data e horário de carreata e comício agendados pela coligação encabeçada pelo candidato Zênio Holanda (PTC).

Parecer

Em parecer datado do dia 1º de agosto deste ano, o Procurador Regional Eleitoral, Israel Gonçalves Santos Silva, manifestou-se pelo desprovimento do recurso interposto pela coligação derrotada nas eleições de Aroeiras do Itaim.

Em seu parecer, o Procurador Eleitoral manifestou-se para que seja mantida a sentença que julgou improcedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), interposta pela coligação “Unidos para o bem do povo”.

Eleições

Candidato pela coligação “Junto com o povo venceremos de novo”, formada pelos partidos do PTB, PT e PR, Wesley Gonçalves de Deus (PTB) foi reeleito prefeito de Aroeiras do Itaim. Nas urnas ele obteve 1.577 votos, equivalente a 53,17% dos votos válidos.

O segundo colocado foi Zênio Neves Holanda (PTC), da coligação “Unidos para o bem povo”, composta pelos partidos do PTC, PMDB, PSB, PTN, PRTB e PPS. Ele conseguiu 1.389 votos, percentual equivalente a 46,83% dos votos válidos. A diferença em favor de Wesley de Deus foi de 188 votos.