Piauí - Colônia do Gurguéia

TRE julga recurso da prefeita Doquinha após reprovação de contas

Em 29 de novembro de 2016, Aderson Antônio Brito Nogueira, juiz Eleitoral da 90ª Zona, desaprovou as contas de Doquinha.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) vai julgar nessa segunda-feira, 11 de setembro, o recurso interposto pela prefeita de Colônia do Gurguéia, Alcilene Alves de Araújo, mais conhecida como Doquinha, contra sentença que desaprovou as contas referentes à sua campanha eleitoral no ano de 2016.

Na prestação das contas foram encontradas irregularidades relacionadas ao recebimento direto de recursos financeiros por pessoa física que integra a diretoria de entidade recebedora de verbas públicas, doações financeiras acima de R$1.064,00 mil sem observância da opção de transferência eletrônica e doação financeira por pessoa sem capacidade econômica demonstrada.

  • Foto: DivulgaçãoPrefeita DoquinhaPrefeita Doquinha

Em 29 de novembro de 2016, Aderson Antônio Brito Nogueira, juiz Eleitoral da 90ª Zona, desaprovou as contas de Doquinha e determinou o recolhimento da quantia de R$ 6.100,00 mil referente a irregularidades em doações repassadas.

Em 23 de agosto deste ano, o procurador Israel Gonçalves, apresentou parecer se manifestando pela não concessão do recurso, alegando que foi detectado indícios de graves irregularidades em relação as doações realizadas por pessoas físicas sem capacidade econômica, destacando que mesmo com a defesa apresentada pela prefeita continua “persistindo a infração grave de doação financeira por pessoa sem capacidade econômica, ante a impossibilidade de análise pela preclusão ocorrida”.

MAIS NA WEB